Fórum baseado na saudades


    [M] Heinz de Merak

    Compartilhe
    avatar
    Storyteller
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 37
    Data de inscrição : 17/11/2016

    [M] Heinz de Merak

    Mensagem por Storyteller em 9/12/2016, 20:44



    Data: 1990
    Horário: 14h30min


    Em uma região remota do longínquo norte europeu. Lugar completamente tomado pelas enormes geleiras e ambiente capaz de congelar qualquer um que não suportasse condições impostas. Todavia existiam pessoas que conseguiam viver em harmonia desde os tempos em que os deuses nórdicos escolheram habitar aquele lugar, criando um enorme castelo no topo da montanha. Parcela da sua população era de pescadores que se aproveitavam da oferenda dos deuses para reunir grande quantidade de alimentos, permitindo-os estocar o suficiente para os rigorosos invernos. As áreas mais montanhas residiam lugares especiais, vales desconhecidos e uma floresta obscura, além das ruinas que algum dia fora chamado de santuário. O palácio de Valhalla vivia como um lugar para que os fieis pudessem orar perante a estátua do poderoso Odin, considerado pai de todos os deuses do panteão nórdico. Além de servir como base dos guerreiros reencarnados ou apenas aqueles que foram considerados merecedores de tornarem-se portadores dos robes divinos.

    A província inferior do lugar que era chamado por muitos como Asgard, coexistia um vilarejo que serviria para os moradores viverem. Era um dia bastante movimentado, graças ao clima que permitia os moradores se reunirem. Diferente da maioria dos dias do ano, o frio não parecia ser tão intenso como costumava, trazendo estranheza para algumas pessoas mais antigas. Alguns homens caminhavam pela multidão, eles eram quase ignorados, por serem encarregados de proteger a população, entretanto, não estivesse com a missão de guarda-los e sim encontrar alguém que devesse receber um recado, vindo do palácio de Valhalla. Suas armaduras eram pouco diferentes dos considerados guerreiros deuses, e diferente da maioria, traziam lanças e escudos padronizados. Eles se aproximavam de um lugar que era considerado mais reservado pelo povo da região. Um homem de vestes estranhas era abordado.


    — Finalmente nós o encontramos, senhor Heinz. Temos o dever de notificar que nosso mestre requer sua presença no Palácio Valhalla. Não temos nenhuma noção do que pode se tratar. Comunicou um dos guardas. Ambos pareciam ser de patentes similares, e suas aparências eram a de nórdicos loiros e de peles brancas. — Ele não aceitará nenhum tipo de atraso. Um dos guardas advertia-o.  

    Diretrizes:
    • A avaliação estará valendo a partir da sua primeira postagem;
    • Aproveite todos os detalhes apresentados pelo narrador;
    • Você deverá ter sempre 48 horas para responder;
    • Ausências deverão ser notificadas com aviso prévio;
    Boa sorte.


    avatar
    Heinz de Merak
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 19
    Data de inscrição : 18/11/2016

    Ficha do personagem
    Vida:
    1000/1000  (1000/1000)
    Cosmo:
    1000/1000  (1000/1000)
    Nível: 1

    Re: [M] Heinz de Merak

    Mensagem por Heinz de Merak em 12/12/2016, 20:34





    Passaram-se 2 anos após o incidente nas cavernas de lava. Minha cabeça ainda era conflituosa e não conseguia dividi-la com Derek, eramos gêmeos mas não iguais em tudo, discutíamos mentalmente o tempo todo, sem encontrar consenso em muitas dessas brigas. Estava em mais uma dessas cotidianas desavenças quando soldados rasos nos chamaram. Estava no controle, logo os olhos de rubi que se voltaram contra eles.

    - Mestre? - A curiosidade bateu e então virei-me. - Estarei indo então...

    Caminhei em direção ao palácio Valhala. Passei entre algumas ruínas dos arredores do vilarejo, os rastros de destruição daqueles que se opuseram ao deus supremo de Asgard, aquele que roubara nossas vidas e dera uma nova. Após alguns metros tinha um estreito caminho entre a parede de gelo, lembrava deste da falsa memória de infância. Preferimos ir separados dos soldados por que apesar de tudo, adorávamos o cenário asgardiano, todas as partículas daquele lugar traziam uma história própria. O atalho dava na entrada da vila, olhamos todas as pessoas dali e com a velocidade de um guerreiro de elite viajamos rápidamente até a entrada do castelo. O clima ficava cada vez mais pesado a medida que subíamos os degraus e percorríamos o local. Batemos de cara com uma porta imensa, a qual um servo abriu, revelando o suposto mestre no local. A capa que cobria o meu corpo caiu e revelou o traje de batalha.

    - Heinz de Merak se apresenta.


    1000 | 1000

    avatar
    Storyteller
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 37
    Data de inscrição : 17/11/2016

    Re: [M] Heinz de Merak

    Mensagem por Storyteller em 14/12/2016, 09:22





    Heinz encontrava-se num amplo salão de paredes tomadas por imensas cortinas, além da dezena de estátuas referentes aos deuses nórdicos. Haveria um extenso tapete vermelho que cobria completamente o piso. Ele levava diretamente a um imensurável trono, ocupado por um homem de aparência envelhecida, curtos cabelos brancos, visíveis pelas mechas soltas em seu capacete dourado com alças que atingiam seus ombros. Seu corpo era coberto por um manto negro com ombreiras de colorações laranja. Em suas mãos carregara uma taça de vinho que era constantemente regada por um dos guardas que faziam sua segurança. A presença de Merak era finalmente notada, após o homem tomar um gole de seu cálice. Seus servos prontamente retiravam-se, acompanhados dos guardas.

    Levavam-se poucos segundos para que o último deixasse o salão, seguidamente de uma batida das portas do palácio que eram fechadas. Eles eram deixados sozinhos, permitindo com que o homem saísse por um instante de seu trono, caminhando lentamente na direção do guerreiro deus. Em algumas passadas, Merak era ultrapassado pelo patriarca que pelos lados observara seus detalhes, notando as anormalidades que eram presentes no jovem guerreiro.



    Devo dizer que você... ou 'vocês', me surpreenderam. Embora ainda não tivesse a oportunidade de "conhece-los" pessoalmente, ainda sim, me tornei um grande admirador. Entretanto não posso ter certeza de seu verdadeiro potencial sem que faça algo para mim, Merak.proferiu enquanto começava a rodear o guerreiro deus.

    Por isso pretendo lhe dar a oportunidade de provar-me. E eu selecionei uma ótima tarefa que pudesse executar, pois apenas você seria capaz de entender como é viver sendo ameaçado por outro ser em seu próprio corpo. É um conflito que se transforma em missão, e nenhum outro guerreiro seria capaz de realizar.ele afastava-se de Heinz.Ela consistirá em uma viagem para o noroeste francês e você deverá trazer-me um artefato de extrema importância. Mas irei ressaltar que haverá inimigos desconhecidos que não permitirão que saía com este objeto.

    Diretrizes & Observações:
    • Você deverá narrar a partir da sua saída do palácio, início da viagem e chegada ao destino;
    - Local: Normândia
    - Descrição: Imagem ilustrativa
    - Horário: 23h
    - Clima: Limpo
    • Salientarei que na próxima vez tente narrar apenas seu personagem, evitando adicionar terceiros ou mudanças climáticas, como foi mostrada na sua última postagem;
    Ausências deverão ser notificadas com aviso prévio;
    • Tempo de reposta permanecerá de 48h.




    Conteúdo patrocinado

    Re: [M] Heinz de Merak

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: 20/7/2017, 19:32