Fórum baseado na saudades


    [FP]Chon de Leão

    Compartilhe
    avatar
    Chon
    Novato(a)
    Novato(a)

    Mensagens : 5
    Data de inscrição : 01/01/2017

    [FP]Chon de Leão

    Mensagem por Chon em 8/1/2017, 23:34

    Dados

    Nome: Chon
    Sexo: Masculino
    Idade: 19 anos
    Signo: Leão
    Veste: Armadura de Ouro de Leão

    Aspectos

    Físico: O jovem possuí belos olhos azuis, herdados de sua mãe. Seu rosto transparece sua juventude, sem marcas, sinais ou mesmo barba. Sua pele alva como a neve e seus cabelos (curtos) castanhos contribuem para que sua beleza seja notada por todos, entretanto sua beleza não é sinal de fragilidade, ela esconde sua verdadeira força e determinação. Sua altura gira em torno dos 1,75/1,80m. Seu peso é de 70kg bem distribuídos por todo o corpo, embora não seja muito robusto, seus músculos são bem torneados e se tornam evidentes quando expostos, afinal seu treinamento duro exigia muita repetição e esforço físico. Quando não está usando sua armadura de ouro, costuma usar as roupas de treinamento dos aspirantes que se baseiam em uma camisa branca sem mangas com proteção nos ombros e peitoral, uma calça branca com proteção nos joelhos e sandálias. Quando precisa ir na cidade costuma vestir calça jeans preta, tênis vermelho e uma camisa verde.

    Psicológico: Chon é um garoto determinado e extremamente leal a seus ideais, aprendeu com seu pai o sentido de ser um Cavaleiro e o que representa servir a Athena e o faz com excelência, conhecido por ser um dos mais leais a deusa, mesmo sendo tão jovem. Sua personalidade instintiva o faz agir muitas das vezes por impulso, sem ligar muito para lógica ou estatísticas. Não suporta ver pessoas inocentes sofrerem e sempre que pode faz de tudo para ajudar o próximo. Ama sua mãe e carrega em seu coração os sonhos de seu pai, que por sua vez é o que alimenta sua determinação: " Nunca desistir" esse é o lema do garoto sonhador que busca a paz e a verdade de Athena para a terra.

    Personagem

    Habilidades:
    Twin Keraunos(Keraunos gêmeo):
    Keraunos é o nome do raio de Zeus, a arma elemental mais poderosa já criada, nenhum ser divino ou humano é pareo para ela, após ajudar Zeus a derrotar alguns Titãs na Era Mitologica, o mesmo decidiu criar mais um Keraunos gêmeo e presentear-lhe, dessa forma todos os Cavaleiros de Leão começaram a manipular o mesmo Raio Divino que Zeus, porém em forma de Relâmpago. Sendo assim a natureza do poder de todos os Cavaleiros de Leão é controlar e produzir Relâmpagos e Eletricidades tão poderosas a ponto de se compararem com a de Zeus mediante o Cosmo deles, os mesmos também tornaram-se capazes de controlar a eletricidade estática presente no ambiente do jeito que lhe melhor convir. Graças a esta habilidade, todos os Leoninos tornaram-se imunes a descargas elétricas e técnicas/golpes que tenham elementos elétricos em sua composição.
    Efeito Fotoelétrico:
    É a emissão de elétrons de um material, geralmente metálico, quando ele é submetido à radiação eletromagnética. Ela tem larga aplicação no cotidiano como, por exemplo, a contagem do número de pessoas que passam por um determinado local, como também na aplicação dos exemplos dados anteriormente. A aplicação desse efeito acontece através das células fotoelétricas ou fotocélulas, as quais podem ser de vários tipos como, por exemplo, a célula fotoemissiva e a célula foto condutiva. O Cavaleiro de Leão tem domínio amplo neste campo e tem a capacidade de controlar e moldar os elétrons do ambiente a seu bel prazer.
    Efeito Fotovoltaico:
    É o processo físico básico através do qual uma célula converte luz solar em eletricidade. Luz solar é composta de fótons ou partículas de energia solar. Estes fótons contêm quantidades diferentes de energia correspondente os diferentes comprimentos de onda do espectro solar. Quando os fótons atingem uma célula podem ser refletidas ou absorvidas, ou eles podem passar direito. Apenas os fótons absorvidos geram eletricidade. As células do Cavaleiro de Leão agem como uma esponja solar fazendo com que os Raios do Sol absorvidos pelo corpo do Leonino amplie o dano causado por seus ataques baseados em eletricidade.
    Particularidades:
    The Lion’s Mantle(O manto do Leão):
    O leão de Neméia (em grego moderno: Λέων της Νεμέας, transl. Léōn tēs Neméas; em latim: Leo Nemaeus) é uma criatura da mitologia greco-romana que habitava a planície de Neméia, na Argólida, aterrorizando toda aquela região. A terrível fera não podia ser morta por um homem normal por ter couro de algo impenetrável para mortais (humanos) e todos os que tentavam enfrentá-lo ficavam completamente aterrorizados pelo seu rugido, que podia ser ouvido a quilômetros de distância. Além disso, arma alguma podia penetrar o couro do animal, e todos que o tentavam matar com lanças ou flechas acabavam sendo devorados. O Manto do Leão de Neméia é a mais poderosa “benção” herdada pelo cavaleiro de Ouro de Leão, tal como na mitologia o manto cósmico do leão é algo impenetrável, ou seja, ele não pode ser transpassado. Esse manto é capaz de absorver toda espécie de energia desferida contra o Leonino, seja ela cosmo energia ou até mesmo energia astral, entre outras. Além disso, armas como: lanças, espadas, machados entre outros, também não surtem efeito. Todos sabem que Herácles (Hércules) para vencer o Leão de Neméia fechou uma das saídas da caverna, obrigando o animal a abandoná-la pelo outro lado. Hércules, que o aguardava, desferiu-lhe um violento golpe com sua clava e ao perceber que o animal ficara tonto, em rápida ação, montou sobre ele e o estrangulou até a morte. Hércules passou a usar o duro e resistente couro do animal como uma capa protetora. Para perpetuar a coragem de seu filho, Zeus transformou o leão em uma constelação.
    Benefícios: Imunidade contra ataques e efeitos de técnicas provenientes de armas, bem como contra ataques que usam energia astral (ex: Almas), o mesmo também protege contra técnicas e fatores externos que anulem, drenem ou diminuem a Cosmo-energia do Cavaleiro. Claro que conforme for a quantidade de cosmo gasta em uma técnica ela pode penetrar tal manto.

    História:
    O início.
    - Vem Chon, vamos brincar. Quero ver se você consegue correr mais rápido  do que eu! – dizia a pequena garota que chamava seu amigo para brincar no jardim de seu castelo na Inglaterra. Sophia e Chon sempre brincavam juntos, ela que era herdeira ao trono, sempre fora criada com o que há de melhor no mundo e não podia ser diferente afinal, é da Lady Sophia que estamos falando.
    - Hey Sophia, espere um pouco! Acabei de te carregar nas costas por todo o palácio! – resmungava o garoto que logo corria todo desajeitado para acompanhá-la, estava exausto. Chon era filho da melhor amiga da rainha, elas cresceram juntas, pois sua mãe era filha da empregada da avó de Sophia, antiga dona do trono. A mãe de Chon, Naomi, morava no palácio juntamente com a família real, pois seu marido, Ryuuzaki, era um cavaleiro de ouro que vivia se envolvendo em intensas batalhas e para manter a segurança de seu único filho resolveram criá-lo bem longe do Santuário da Grécia, pelo menos até ele crescer um pouco. Seu nome de origem oriental era uma homenagem á seu avô, pai de Ryuuzaki. O garoto sempre muito enérgico cativava qualquer um que o olhasse, sua alegria era contagiante, mesmo quando Sophia o fazia carregá-la nas costas como se fosse seu cavalinho por todo o palácio.
    - Sabe Sophia, um dia eu vou ser um homem forte como o meu pai! – Depois de tanto insistir conseguiu convencê-la a fazer uma pausa, estavam sentados na grama em baixo de uma imensa árvore, sempre que se cansavam de brincar ficavam ali conversando horas e horas sobre os mais diversos assuntos, às vezes quando o sol se punha ficavam escolhendo as estrelas como se fossem propriedades deles “ Essa é minha!” “Então Aquela outra é minha!”.
    Sua admiração por seu pai era imensa, afinal não era qualquer um que tinha o privilégio de ser filho de um herói, o objetivo daquela criança era um dia ser um homem como Ryuuzaki, o verdadeiro espelho para o garoto.

    Rumo à Grécia.
    Por amar incondicionalmente seu pai, era inevitável sua partida para o santuário onde ficaria mais próximo de seu ídolo maior e isso ocorreu quando ainda tinha 9 anos, idade mínima para se tornar um aspirante a cavaleiro. Morar com Ryuuzaki era o maior prazer dele, mesmo com o pouco tempo de lazer  que passavam juntos e com o duro treinamento ao qual era submetido por seu próprio pai.
    O talento de Chon era espantoso! Sua determinação o permitia alcançar altos resultados em pouquíssimo tempo, sua velocidade e agressividade eram talvez suas maiores qualidades, nunca poupou esforços para alcançar seus objetivos e o treinamento só terminava quando o plano traçado por Ryuuzaki fosse alcançado e isso às vezes levava 12, 16 e até 18 horas. Nunca desistir!  Esse era o lema que seu pai o ensinava levar por toda a vida. A lealdade aos ideais de Athena também sempre fora tema constante no treinamento, a fé era extremamente necessária para o sucesso de um guerreiro, crer em algo faz o homem quebrar barreiras e superar limites, a fé em Athena permitia a Ryuuzaki, Chon e qualquer um superar todos os limites, os faziam se tornar super-humanos guiados pelo amor e lealdade a sua deusa. Contudo, nem todos no santuário pensavam dessa maneira...

    Brilha a estrela, Nasce Chon de Leão.
    “Ninguém sabe ao certo o motivo para a mudança filosófica daquele que deveria ser o representante de Athena na Terra. Outrora fiel as crenças da Deusa e apoiado pelo povo, mergulhou em um abismo de terror e controle. A população chorava em vão. Aliás, era melhor não chorar.”
    Aos poucos, com o passar dos anos, o reino de Athena fora mudando através da contaminação de seu governante. O Grande Mestre agora parecia tomado por um espírito maligno e fazia tudo e todos sofrerem com isso, aqueles que não aceitassem sua verdade, esses seriam culpados. Famílias choravam, pessoas perdiam suas casas, suas vidas, suas esperanças... A tirania tomava conta de todo o Santuário e de suas províncias.
    Ryuuzaki nunca aceitou tal mudança e sempre se posicionou contrário as atitudes do Grande Mestre, porém como todos sabemos, aquele que tem mais poder sempre terá o direito de decidir o certo e o errado e para o azar de todos o homem que detinha esse poder no momento era o Grande Mestre do Santuário. O cavaleiro de Leão foi preso, tido como traidor! O Homem mais leal a Athena foi condenado à morte em um julgamento perante todo o reino, todo o santuário assistiu com lágrimas nos olhos a morte do guerreiro que não abandonou seus ideais mesmo perante aquela situação. “Nunca desistir!” Seu legado foi mantido até seu ultimo suspiro de vida...  Descanse em paz Ryuuzaki de Leão, o homem mais fiel a Athena! É claro que perder seu pai causou uma dor enorme naquela criança de apenas 16 anos, tido como o mais promissor entre os aspirantes, Chon agora perdia o homem que o fez acreditar que seria capaz de alcançar seus sonhos, o homem que o fez conhecer o amor e a paz de Athena, o homem que o inspirou por toda a vida. Mas ele era diferente das outras crianças, sabia bem o porquê lutava! Seu pai morreu por não negar a verdade de Athena, aquilo o fez perceber que servir Athena ia muito além do que residir no santuário e vestir uma armadura, muito além de morrer em batalhas para proteger uma mulher, MUITO, MUITO ALÉM! A verdade de Athena estava além daquilo que estava sendo pregado, a corrupção do santuário não poderia matar os sonhos de seu pai, não mesmo!
    Chon então na mesma noite em que seu pai morreu se dirigiu até seus aposentos e tomou a urna da sagrada armadura de ouro de Leão que pertencia a seu pai, colocou-a nas costas e se dirigiu até a Inglaterra, afinal sua mãe precisava saber do que havia acontecido. O sonho de Ryuuzaki continuaria vivo enquanto Chon conseguisse respirar! O Garoto de 16 anos resolveu passar algum tempo com sua mãe até se tornar forte o suficiente para retornar ao santuário como cavaleiro de Leão e destronar aquele maldito homem que usava de seu cargo para causar dor e destruição ao invés do amor e da justiça.

    O Retorno e a Revelação
    Alguns anos haviam se passado desde sua fuga, Chon vivia tranquilamente com sua mãe, contudo havia dois porens: Chon ainda estava vivo e de posse da Armadura de Ouro de Leão e o algoz de seu pai não permitiria que esta tranquilidade durasse por muito mais tempo. Assim ele enviou assassinos atrás da Armadura Dourada, sem obterem sucesso. Um dia entretando quando Chon não estava em casa outros assassinos vieram, sua mãe tentou resistir, mas foi inútil e ela foi levada para a Grécia. Quando chegou em casa o Leonino encontra a mesma toda bagunçada e descobre que sua mãe havia sido levada. O rapaz então decide tirar a Urna Sagrada de seu esconderijo e abri-la, um clarão Dourado tomou todo o lugar e em seguida ele estava trajando a Armadura de Leão, o mesmo então partiu rumo ao Santuario para confrontar o raptor de sua mãe.
    Chegando muito tempo depois próximo as ruinas do Grande Coliseu encontrou sua mãe aos pés da subida da Casa de Aries. Quase sem forças ela sussurrou algo próximo de seu filho: “Nunca Desista” e morre nos braços do jovem. Revoltado o Cavaleiro sobe as escadarias da Casas Zodiacais, os demais Cavaleiros sentindo o Calor proveniente de sua alma o deixam passar.
    Chegando a Sala do Grande Mestre Chon se depara com o homem responsável pelas mortes de seus pais, contudo algo estava errado o Cavaleiro conseguia sentir uma terceira presença na Sala, mesmo que quase imperceptível, usando então seu Cosmo ele gera uma descarga elétrica em todo o Salão. Chon então repara uma pequena esfera negra caindo ao lado do Grande Mestre e o mesmo desmaiando, o Leonino descobre por fim que o Grande Mestre estava sendo controlado por algo ou alguém. Com isso ele liberta o Patriarca e promete defender o Santuario e descobrir quem estava controlando o líder dos Cavaleiros.

      Data/hora atual: 24/11/2017, 03:35